Todo Dia Com as Escrituras

Gênesis 6:1-12 (leia aqui)

 Os homens se multiplicaram na terra e com eles o mal em suas duas formas: corrupção e violência (v. 11). A humanidade está de alguma forma melhor em nossa época? Tudo demonstra que não. Aliás a Escritura, que é muito mais confiável que as nossas opiniões, nos adverte que “os homens perversos... irão de mal a pior” (2 Timóteo 3:13). Hoje, como antes, a admiração pelos homens valentes e famosos (final do v. 4) pode andar de mãos dadas com a pior corrupção, quer se trate de chefes de governo, quer de campeões esportivos. Ora, é o coração do homem que Deus considera, não as suas realizações (1 Samuel 16:7). O versículo 5 nos fala da trágica conclusão dessas observações: que todo o desígnio dos seus corações é continuamente mau o dia inteiro. “O coração dos homens está cheio de maldade, nele há desvarios”, declara o Pregador (Eclesiastes 9:3; veja também Jeremias 17:9).

Então o Senhor se arrepende de ter feito o homem. Nem é preciso dizer que Deus jamais comete enganos. Mas a perversidade do homem O obrigou a mudar de desígnio, de certa forma semelhante ao que acontece com pais que, por causa da desobediência de um filho, não podem mais lhes conceder um agrado que haviam planejado.

Por isso Deus decide fazer desaparecer da face da terra a Sua criatura, com a exceção de Noé, o único que andava com Ele.

Outros devocionais

Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança